21 de jun de 2009

Você sabe quem é Kirikú?

Kiriku é um desenho francês,do director Michel Ocelot, tendo como fonte de inspiração as lendas Africanas. Um desenho que não é conhecido como os produzidos pelos grandes estúdios americanos , o que é lamentável. Kiriku nasceu pequeno , muito pequeno , lembra a história do pequeno polegar, porém ele é muito inteligente,determinado.É preciso ficar atento as suas palavras. Quando está em apuros é rápido em encontrar uma solução . Só que nem sempre consegue. Então ele como toda criança é espontâneo em suas emoções: no primeiro momento baixa a cabeça , como que derrotado e diz : Estou perdido , vou morrer aqui ! Mas rapidamente , diz pra si mesmo: Não!!!!!!!, só não vejo ainda a solução. Então ele silência ,e pronto, kiriku esta de novo em acção e resolvendo seus problemas ou da Aldeia. A relação com a mãe é surpreendente. Estamos acostumados com nossas crianças sendo educadas ( ou mal educadas)dependentes, onde amor é traduzido como complacências para com as vontades mais primárias. Quem não conhece pessoas adultas que emocionalmente são crianças egoísta, birrentas , incapazes de trabalhar em equipe....? A mãe de kiriku , consegue ser carinhosa ,e firme.O que Kirikú sabe fazer, ela não faz por ele.Além de possui uma tranquilidade própria da cultura , de quem esta longe do stress da vida moderna. Assista uma pequena parte do filme , onde mostra o nascimento de kirikú, em suas primeiras aventuras , aqui Uma história que celebra a coragem, a curiosidade e a astúcia sobre uma comunidade subjugada por uma terrível feiticeira. Kiriku, um menino que nasceu para lutar e combater o mal, enfrenta o poder da Karabá, a feiticeira maldosa e seus guardiões. Kiriku aprende em sua luta que a origem de tanta maldade é o sofrimento e só a verdade, o amor, a generosidade e a tolerância, aliados à inteligência, são capazes de vencer a dor e as diferenças. Um desenho animado moderno que fala a língua das crianças sem subestimar a inteligência dos adultos.

Destaque da semana! Papéis

Página de Cynthia com os papéis Au Dela des Cimes
Au Dela des Cimes Quero a cada semana destacar um dos blogs que estão na minha lista de favoritos e comentar com vocês .Nesta semana irei falar de Papeis para Scrapbooking. Encontei outro dia visitando o blog da Cath a indicação da origem de um dos papéis que ela usou. Entao fui conferir e fiquei apaixonada. Enviei a dica para as amigas e agora comento aqui . Sei o que você esta pensando. Sempre falamos isso a cada lançamento, estes são mais lindos que todos que já tenho.rsrs É verdade.Estamos querendo sempre o novidades. Parece que aqueles que o você usou serviu para aquela página que levou tanto tempo para ficar pronta. Para quem esta há a mais tempo em Scrapbook deve ter bem claro esta linha de tempo ,onde os papéis atendendo as tendências e técnicas , foram ficando cada vez mais lindos e por si só , já são uma obra prima ,que nem vontade de rasgar , colar foto da vontade não e mesmo ? Mas a finalidade deles é tornar sua página cada vez mais artística .Por tanto use . Não guarde. Nem coleccione. Tenho feito a experiência da técnica Mixed Media, onde faço alguns papéis , mas não resisto em usar uma coleção coordenada.Então nada de radicalismo . Variar é sempre bom . Os papeis da equipe Au Dela des Cimes possuem cores fortes ,vibrantes, as texturas em vários temas , como que pintados manualmente .É possível fazer páginas clean, ou páginas freestyle. E o Brasil ? Também esta neste mercado . Logo mostrarei alguns que gosto muito. Veja que resultado lindo esta página da Cynthia acima. A equipe completa você encontra visitando seu blog . Boa dica não?