31 de mai de 2012

Existe A fórmula que precisávamos para reordenar sentimentos e reações ?

                                            Créditos :Pe Sóstenes


Olá! Vivemos tempos tensos . No trabalho , na família. Nem sempre entendemos nossos sentimentos e emoções. As vezes nos perguntamos como podemos ter tal reação diante de uma pessoa , que  não nos fez nada , nem faz parte de nosso círculo social:
Encontrei algumas pistas artigo que esta  no Blog do Pe Sóstenes:


                                        Equação das atitudes:

 Quantas e quantas vezes nos deparamos com sentimentos que não gostaríamos ter? Raiva, ira, angústia, tristeza, ansiosidade, pânico, medo, preocupação, até mesmo paixão (pela pessoa errada…) e por aí vai… Fazemos um esforço sobre-humano para modificá-los e o que acontece na maioria das vezes? Nada… infelizmente quero lhe revelar algo que não é nenhum segredo: “Ninguém pode mudar um sentimento!”

Sei que é triste reconhecer isso, mas é verdade; porém descobri uma fórmula na Escola da Matemática da Vida que pode transformar o sonho de ter bons sentimentos em realidade. Essa fórmula se chama: “Equação das atitudes” e a aula já vai começar.
A psicologia cognitiva afirma que nenhum Sentimento (S) surge sem que antes não tivesse surgido um “pensamento”. Então, pare com aquela história de acordar e dizer: “nossa hoje eu acordei tão mal…” daí alguém pergunta: “por que”? E você responde: “não sei…” Quero lhe dizer que a sua resposta está… “ERRADA”! Na verdade o que você até poderia responder é “ainda não sei”. Este “ainda” faz toda diferença, porque este sentimento que você chama de “não estar bem” não é “fruto do acaso” vou lhe mostrar porque.
Não dá pra continuar sendo vítima de sentimentos desordenados, chegou a hora de saber de onde eles vêem, afinal de contas para se defender de algo… preciso saber de onde vem!
                                                           
Pois bem, este sentimento ruim só foi sentido por você, porque antes dele existiu um Pensamento (P).


Para ter se sentido “mal” ao acordar (sentir mal aqui se relaciona com um estado emocional ou psíquicos, não físico, como uma doença, etc.) você teve necessariamente pensamentos do tipo: “nossa hoje vou encontrar aquele chefe…” ou “tenho muitas contas pra pagar e não tenho dinheiro” ou “ninguém me ama, sou uma pessoa infeliz…” entendeu? Você sempre vai pensar algo antes de sentir… é fácil.
Esses pensamentos costumam ser bem velozes, é por isso que a psicologia cognitiva os chama de “pensamentos automáticos”, mas não só no sentido que eles são rápidos, mas automático aqui também significa: indisciplinado, desordenado, descontrolado, quase como que tivessem vida própria. Por isso eles precisam de um “controle” ou de uma reeducação… daqui a pouco vou te ensinar a fazer isso. "
                                                                   
Então? Interessante não? Para você continuar lendo , e saber mais acesse :  A equação das atitudes . E encontre as respostas para uma convivência mais tranquila , e sem conflitos .

até mais
Denise moro




                                                                 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por deixar seus comentários .Eles são sempre bem vindos!