22 de jun de 2009

Da china a Itaboraí

Esta matéria , é a prova dos noves de como um filme , uma canção, uma poesia e tudo o mais relacionado com a Comunicação pela Arte pode ser uma alavanca de Mudanças e inspiração. Leia este artigo e constate o resultado da soma. Este filme realmente é muito bom .
"A solução veio da área rural chinesa. O filme “Nenhum a menos”, de Zhang Yimou, foi o vencedor do festival de Veneza, em 1999. O ensino em uma escola rural na China é retratado por uma direção quase documental, onde a evasão escolar é justificada pela pobreza. A missão da professora, de 13 anos, de manter todos os alunos na escola, foi transportada para Itaboraí, região metropolitana do Rio de Janeiro. No CIEP 415 – Miguel de Cervantes, a diretora Iara Moraes da Silva conseguiu movimentar a escola inteira com um projeto parecido. Através de gincanas, os alunos tinham como objetivo manter os outros colegas na escola. Para isso, eles resgatavam os amigos em casa, ajudavam com as tarefas em sala de aula, ou o que mais fosse preciso. “Nós tínhamos um problema sério de evasão escolar no terceiro turno. Nossa escola fica na periferia. Quando chegamos em setembro, outubro, os alunos deixam a escola para fazer trabalhos temporários. E queríamos resgatá-los”, explica a diretora, que está há nove anos à frente da instituição. Em 2009, o projeto é contar com a colaboração dos alunos, mas com foco em aprendizagem. O projeto “Adote um Colega” incentiva as aulas de Matemática e Física entre eles. Esses e outros esforços foram premiados em 2008. O CIEP Miguel de Cervantes fez uma avaliação interna para concorrer ao Prêmio Nacional de Referência em Gestão Escolar. O resultado foi surpreendente. A escola ficou em primeiro lugar. “Quando nos inscrevemos não imaginávamos que isso iria acontecer. Os objetivos da avaliação tinham a ver com o que queríamos: uma gestão participativa, democrática, com objetivos direcionados. Passamos a observar como o processo de ensino e aprendizagem estava caminhando.” a matéria continua aqui